Entre gigantes globais, Marquise habilitada para concorrer às obras do monotrilho de Salvador
20.07.2019

A estimativa é que R$ 1,5 bilhão seja empregado na construção

A cearense Marquise é uma das empresas habilitadas para concorrer às obras do monotrilho de Salvador, uma das maiores obras em processo de licitação no Brasil. A companhia integra o consórcio com a Comsa S.A. do Brasil.

“Agora a disputa será no preço, mas só ser qualificado entre esse grupo de gigantes já consideramos uma vitória”, destacou o empresário, co-fundador da Marquise, José Carlos Pontes, em declaração exclusiva enviada ao Focus.

Entre as gigantes de peso estão companhias chinesas, além das brasileiras Andrade Gutierrez Construções e Camargo Corrêa Infra Construções.

O VLT terá 22 estações e capacidade para transportar cerca de 150 mil usuários por dia. A estimativa é que R$ 1,5 bilhão seja empregado na construção.

 

Abaixo, a relação das empresas que concorrem às obras:

– Andrade Gutierrez Construções e Serviços S.A.
– Crasa Infraestrutura S.A.
– China Railway nº. 10 e Engineering Construtora do Brasil LTDA (CREC 10)
– China Tiesiju Civil Engineering Group CO. LTD (CREC 4)
– Consórcio Monotrilho Bahia (Camargo Corrêa Infra Construções S.A e Powerchina Brasil Construtora LTDA.)
– Consórcio Construtora Marquise S.A. / Comsa S.A. do Brasil
– Consórcio Teixeira Duarte Engenharia e Construções S.A. / Somafel – Engenharia e Obras Ferroviárias S.A. – do Brasil
– Consórcio CCCC (Concremat Engenharia e Tecnologia S.A., CCCC Third Harbor Engineering CO., LTD e CCCC Shanghai Dredging CO., LTD).

 

Átila Varela
atila@focus.jor.br

Fonte: https://www.focus.jor.br/cearense-marquise-habilitada-para-concorrer-as-obras-do-monotrilho-de-salvador/#.XTROYYmSrCg.whatsapp