Hotéis devem ter lucro até 20% maior com festas
10.11.2017

Procura por espaço para confraternizações já é 15% superior em relação ao ano passado em algumas redes.

 

O Hotel Gran Marquise tem buscado diversificar as opções oferecidas aos clientes para elevar o número de reservas no período

Com a chegada das festas de fim de ano, as confraternizações passam a ser parte importante do faturamento de hotéis da Capital cearense. As reuniões familiares ou empresariais podem causar um impacto de até 20% nos lucros, com algumas redes estimando faturamento de até R$ 500 mil por conta dessa movimentação extra.

A expectativa é que 2017ainda apresente uma melhora no número de reservas de eventos para alguns hotéis em relação ao ano passado. Na média, esse incremento deve ser de até 20%.

De acordo com Eliseu Barros, diretor do Marina Park Hotel e presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH) no Ceará, essa melhora é uma sinalização de uma reação do País em relação à crise econômica dos últimos anos.

O Hotel Gran Marquise, acostumado com a execução de eventos variados, como casamentos de luxo e confraternizações corporativas, já montou uma estratégia para tentar aumentar o número de eventos realizados no ano passado. Segundo Thâmara Azevedo, gerente de eventos do hotel, um dos pontos para conseguir elevar o número de reservas é diversificar as opções oferecidas aos clientes.

"Estamos empenhados em atrair mais parceiros das empresas para as suas festas de fim de ano aqui no Hotel, bem como abrir o leque dos nossos restaurantes para quem deseja luxo em menor escala", disse Azevedo.

O Gran Marquise, segundo ela, projeta um faturamento de aproximadamente meio milhão de reais em 2017 com as reuniões de fim de ano. "É um produto de tiro curto. Temos um mês para organizar nossos salões e restaurantes para atender a esta exigente demanda", afirmou.

O público, segundo Azevedo, é predominantemente composto por empresas que, entre construtoras, escritórios de advocacia e bancos, preenchem 80% das vagas nos espaços reservados para festas no hotel. A gerente comemora o fato de que não há mais fim de semana disponível até o fim deste ano para essa modalidade de negócios.

Receita

Durante esse período comemorativo, um dos setores que mais impulsiona o faturamento é o setor de comidas e bebidas, como explica Eliseu Barros. Conforme avaliação do representante da ABIH e do Marina Park, o aumento nos lucros é de até 20% para essa modalidade. "Sempre temos um volume significante de eventos de fim de ano e claro que com a demanda maior nossos resultados melhoram consideravelmente", afirma Eliseu.

Eventos

Mesmo considerando que muitas empresas devam fechar negócio em datas mais próximas ao Natal, a expectativa da rede hoteleira já é que o número de reservas seja até 20% maior em 2017 em comparação a 2016.

De acordo com Fernando Diniz, diretor da rede de hotéis Mareiro, o número de solicitações por orçamentos para confraternizações já é 15% superior ao do ano passo. E esse número deve aumentar, conforme ele.

"O segundo semestre é sempre melhor do que o primeiro, e já podemos ver que tivemos um aumento nas solicitações de orçamentos de 15% em relação a 2016. Nós esperamos ter um desempenho um pouco melhor em 2017", disse Diniz.

 

Fonte: Diário do Nordeste
Link: http://diariodonordeste.verdesmares.com.br/cadernos/negocios/hoteis-devem-ter-lucro-ate-20-maior-com-festas-1.1848746