Nutec e GNR Fortaleza firmam acordo de cooperação técnica
06.11.2017

Na última quarta-feira (1º), a Gás Natural Renovável Fortaleza (GNR Fortaleza) e a Fundação Núcleo de Tecnologia Industrial do Ceará (Nutec) assinaram termo de cooperação para coleta de gases da planta da GNR. Com o acordo, o Estado terá o primeiro laboratório qualificado para analisar biogás e biometano, atendendo aos requisitos da Agência Nacional do Petróleo (ANP).

 

Thales Motta, diretor da GNR Fortaleza, explica que, com o acordo, os custos e prazos na coleta de amostras e de realização das análises laboratoriais devem ser reduzidos. Os equipamentos e materiais específicos para coleta do biogás serão fornecidos pela usina, que também proporcionará treinamento aos técnicos do Nutec. Parte das amostras coletadas pelo Nutec serão analisadas em seus próprios laboratórios e outra parte seguirá para outros laboratórios do Sudeste.

 

Fruto de sociedade entre a Ecometano e o Grupo Marquise, através da Ecofor Ambiental, a GNR Fortaleza deve se tornar já no seu início de operação neste mês a segunda maior usina de produção de biometano do País, com capacidade de produção de até 150 mil metros cúbicos (m³) por dia. O gás captado e tratado na unidade é oriundo do Aterro Sanitário-ASMOC, equipamento que diariamente recebe cerca de 5.500 toneladas de resíduos. “Antes o biogás produzido no Asmoc era desperdiçado, sendo emitido para a atmosfera. Com a GNR, vamos reduzir a emissão de metano, que é 21 vezes mais nocivo como gás de efeito estufa que o CO2”, comenta o diretor da GNR Fortaleza. Todo biometano produzido será comercializado com a CEGÁS para injeção da rede de distribuição da Grande Fortaleza.

 

Assista ao vídeo sobre a GNR Fortaleza no Youtube:
 

 

Fonte para entrevistas:

Thales Motta - diretor da GNR Fortaleza/ gerente de implantação de projetos da Ecometano